segunda-feira, 9 de março de 2009

joguinhos...



Em uma conversa de amigas, ouvi de uma grande pessoa a seguinte questão: ate quando as pessoas vao guardar seus sentimentos com medo de ficarem vulneráveis a outros?

As pessoas têm a terrível ideia de que devemos sempre vivenciar e fazer parte de um jogo de sedução, de que o objetivo da competição é ser o grande poderoso que detem o controle da situação.

Já pararam para experimentar algo mais saudável, aberto e verdadeiro?

*foto globalindex

7 comentários:

Fabio Chiorino disse...

aí surge o advogado do diabo e pergunta: "ate quando as pessoas vao compartilhar seus sentimentos com a vontade de ficarem suscetíveis às opiniões dos outros?". A briga promete ser das melhores

Bru disse...

Por que suscetiveis? Nao estamos suscetiveis de qq forma?

Por que nao achar que nossas relacoes podem ser cada vez mais reais, verdadeiras com os que nos cercam, ao inves de crer que estaremos apenas vulneraveis?

Fê Monteiro disse...

A transparência é uma margem difícil de ser vista e seguida. Suscetível não é sinônimo de verdadeiro, assim como vulnerável não é pejorativo ou o resguardo e a omissão de informações não precisam necessariamente fazer parte de nenhum jogo. Acredito na verdade, acho sim que mesmo que áspera e dolorida, ela é sempre a melhor opção. E a verdade para o bem ainda pode multiplicar, acrescer. E sim, sentimentos verdadeiros devem ser respeitados, sejam eles divididos ou não.

Anônimo disse...

Ser corajoso e dizer a verdade requer além da dita cuja coragem, saber o que vc está sentindo. Na ignorância, te sobraria apenar a humildade de dividir seus sentimentos....ahhhh a humildade, há quanto tempo não te vejo nos olhos que me cercam...

bjs bjs
na

Érica disse...

Estou experimentando.
E tem sido muito bom pra mim.

aras nabila disse...

brunaa i like your photos:DD

Marcela Fonseca disse...

É, mostrar o que se sente nem semper é fácil. Se colocar diante de outro de forma verdadeira é se arriscar a ganhar ou perder... E quem quer perder? Estou passando por esse processo. Quero dizer o que sinto... Mas não sei como!!! Por enquanto, deixo a vida me levar... o que é uma covardia!!!