terça-feira, 25 de setembro de 2007

Gastando aquelas boas horas de sono lendo diversidades na internet - fazia tempo que não fazia isso - li um comentário a respeito da campanha que o Estadão (link) fez e não deu tanta importância aos blogueiros - há divergências sobre a real intenção da nova campanha.

"...O normal cansa, o normal é perigoso (eu tenho medo de pessoas “normais”), o normal já ficou antigo. A verdade não está na normalidade..."

Quem realmente me conhece já deve ter ouvido ou percebido que tenho a mesma linha de raciocinio... sim, isso quer dizer que prefiro ser o que tacham de diferente por aí.

Normal: adj 1. Conforme à norma. 2. Exemplar, modelar. 3. Habitual, natural.

Que exemplo ou modelo da nossa sociedade podemos hoje classificar como normal?

Wikipedia diz que:
Normalidade é um estado padrão, normal, que é considerado correto, justo sob algum ponto-de-vista. É o oposto da anormalidade. A normalidade muitas vezes se dá por conta de uma maioria em comum, sendo anormal aquele que contraria esta maioria. A normalidade também se dá por um resultado padrão ao realizar uma operação com alta probabilidade de se repetir.

Ai eu fico com a anormalidade, quer coisa melhor que não ser parte do senso comum, poder inventar, ser estranho, ir contra a maioria?

Considerado correto??? Correto na concepção de quem??? |Da sociedade que insiste em nos dizer coma isso, vista isso, fale isso, use isso?


"O livre pensamento de uma era é o senso comum da próxima."
-- Matthew Arnold

5 comentários:

Cristiano disse...

Caraca!!!

Você está pegando a mão... esse post ficou ótimo!!!

Fourier disse...

Hola inquieta mente!!
Bacana seu comentário..fique a vontade para ir mais a fundo nessa teoria conspiratória.
Acho que dá um grande furo de reportagem, o que acha? heheh

Entao, ngm entendeu o que é aquele "foto", mas é um mapa do google earth que pode ser acessado de lá mesmo...eu nao deixei mt claro...vou ter que mudar o texto.

Beijos

meu banzo disse...

Eu acho q eu destôo...

...mas aí fica a pergunta: se nossa única missão real na vida é ser feliz, e destoar da maioria dos contextos gera conflitos que muitas vzs nos faz sofrer, isso é bom ou ruim? :( rsrs

Beijos florecita!

Bru disse...

nossa adorei isso...

talvez sofrer seja uma das etapas para ser feliz...!

meu banzo disse...

Deve ser sim Bru... e mesmo q não seja, é melhor acreditarmos nisso, né?! rsrsrs

Besos bonita!