quinta-feira, 4 de outubro de 2007

mentes mais que inquietas...

Resolvi ajudar algumas pessoas a descobrirem como uma mente pode se tornar inquieta...mas também não só inquieta, ir além disso... perigosa talvez...





CAPÍTULO 1

De manhã:

"... não melhor não, não tenho certeza do que possa acontecer então é melhor não!

mas... e se for possível, e se de repente dá certo, porque não tentar?

mas peraí a pessoa às vezes pode achar invasão, se sentir mal e ai vou acabar com tudo...

putz grila viu! que dúvida cruel... ah quer saber vou atrás, é vou lá encontrar com ele, dizer o que rola e ai se for foi, se não for ficarei na mesma!"

Fim do dia:

"...bom, é, como posso dizer meu diário... poderia ter sido pior?... não isso dá na cara que não deu nada certo...

ah mas não foi de tudo ruim... eu até recebi um até logo... quer dizer... num consegui ouvir direito mas ele pelo menos deve ter dito isso...

ah que saco viu!! se arrependimento matasse*!!!

é melhor não pensar assim, senão não estaria aqui, na minha cama chorando por causa daquele babaca que nem ao menos soube sorrir quando entreguei a melhor carta que poderiam ter escrito para ele... e isso até é bom... me deixa mais forte... ah é mesmo... porque ele num é lá essas coisas... mas depois do vexame que passei de sair gritando pelo shopping "você é o homem da minha vida, não diga até logo!" acho que deve estar se sentindo uma espécie de brad pitt... claaaro que sem nem um fio de cabelo parecido... só por causa do meu escândalo...

é mas agora já foi... só preciso achar uma maneira de descobrir onde ele mora...

é porque só se eu for besta para deixar um cara como ele vivo por aí...!!!

vou dormir... beijos!"

Se arrependimento matasse: entendi que o que será morto é quem permite que você se arrependa... o ódio é maior do que o de briga de namorado...!!

ah, não prometo periodicidade... hehehe vida dura!! rs

5 comentários:

Fourier disse...

Linda postagem para uma mente mais que inquieta.

Beijos.

Cristiano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristiano disse...

Como assim??? Arrependimento em uma inquieta mente???

Arrependimento deveria acontecer só nas mentes quietas, pois decorre, no fundo, de termos feito algo que sabíamos que daria errado mas, mesmo assim, arriscamos.

A mente inquieta evita esse tipo de sentimento simplesmente não se atendo a premissas ou experiências anteriores, estando aberta para coisas novas e diferentes.

Mantenha a mente inquieta!!!

Dan! disse...

Uhm...o que é verdade3 e o que é mentira nisso tudo?
Depois me conta, ok?
Beijo

Fourier disse...

Hoje (10/10/2007) li de verdade o que estava na foto.

caderno, caneta vermelha, dois trevos (um deles está furado, mas com 4), oração.

O que está escrito no caderno?

só enxerguei duas palavras:
Buen Camino!!!

Besos, beijos, kiss, bacio, ou apenas um beijo.