quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Perda de si mesmo

Você se vê perdida na imensidão do mundo e ele não está mais ali pra você. Os momentos divididos, as conversas de horas, as risadas incansáveis ficaram no capítulo anterior e agora o que restou é a solidão dos seus pensamentos.

A distância fica cada vez maior. A cada engolir de palavras não mais compartilhadas aumenta essa tonelada de sentimentos que afastam o que poderia vir a mudar a situação.

Sinto que não sinto mais o que algum dia senti. O que eu significava passou a fazer parte de uma realidade inóspita e, agora, deixou de ser a realidade de nós dois.

Deixar de existir em minha vida trouxe consequências, apenas para mim. E você se esconde atrás daquilo que um dia deixou de ter um peso real na vida para o peso do coletivo, perdeu o sentido.

A decepção sentida me fez criar uma barreira ainda maior contra o mundo. Hoje nao tenho mais a proteção que me acompanhava durante as batalhas diárias, ela se foi junto com a nossa proximidade que chamávamos de amizade.

Um comentário:

Zimza disse...

gostei desse "poeme-se"; por que não pensei nisto?