quarta-feira, 1 de julho de 2009

Imagem x Palavra: Marley e Bruna


Imagem versus palavra. Foi esse o dilema em que eu me encontrava durante o filme Marley e Eu. O livro ainda estava fresco em minha mente e a vontade de ver tudo aquilo que tinha acabado de ler era grande.

Comecei errado, porque concordei em assistir uma versão péssima que parecia (e tenho quase certeza) que foi gravada dentro do cinema. A preguiça era grande então o mais fácil foi aceitar a opção oferecida pela minha irmã. Bom, achei que encaixou muito bem o papel da esposa para Jennifer Aniston, doce e meiga, mas o papel de John, o dono do Marley, eu não gostei. Acredito que seja pelo fato dele ser referência em filmes comédias, não tão legais...

Superada a parte do elenco – Marley foi aprovado -, eu comecei a esperar pela confusão causada pelo personagem principal. Ai que o bicho pegou. Eu sei que é necessária uma adaptação, mas vamos lá pessoal, causos deliciosos de serem lidos não foram nem citados. Situações tristes não foram bem exploradas. Enfim, me decepcionei. Não consegui nem acabar de assistir o filme.

O duelo do início do post teve um vencedor, como perceberam... Isso até poderia render um post sobre os NOVOS jornalistas, mas acho que não valerá a pena no meu momento. Fica para um dia mais cinza, mas não necessariamente triste!

3 comentários:

Anônimo disse...

transformar um livro em filme NUNCA dá certo, pelo fato de que a natureza de cada mídia é muito diferente. Acho que in "a brighter day" as pessoas vão desistir da idéia de uma vez e aprender a fazer recortes de qualidades, momentos, sensações, mas vão desisitr de vez de adaptações.
Olha essa definição que eu achei pra palavra definição dentro da arquitetura :"modificação feita em construção para dotá-la de novos objetivos " - não tinha como dar certo MESMO.
bjs bjs
na

Bru disse...

sabia que até no duelo #marley vc teria algo além pra dizer!!!

Beatriz disse...

nossa Bru nada a ver.. o filme é lindo..claro o livro é bem mais detalhado e tudo...mas mesmo assim acho que o filme foi bem feito..e os atores muito bem escolhidos
beijos
Bia