quarta-feira, 29 de outubro de 2008

tarde.

Ia começar dizendo que eu não queria me arrepender das coisas que faço, mas isso é mentira! Das graaandes.
Eu preciso entender o porquê de fazer, já que se eu pensasse antes não me arrependeria depois. Simples, né? Antes fosse.
A tristeza que me bate não tem explicação. Não tem cabimento. Não tem palavras.
É me sentindo triste que sei o quanto isso me fez mal. E muito.
E eu não fui a única ferida.
O pior é que nem sempre temos tempo de arrumar o que foi feito.
Fica tarde.
Que horas são?

Um comentário:

Biiiah disse...

Tarde...

Mas antes se arrepender do que fez, do que nunca saber o que teria acontecido se não fizesse.
aquela famosa frase:
"Prefira acordar arrependida a durmi com vontade"
dik :*